domingo, 31 de março de 2013

molde...

O amor não tem molde, 
não tem forma.
Nós temos.
Temos uma forma pessoal de entender
 os sinais do outro,
de receber afeto e
de doar nossos sentimentos.

Será que você consegue transmitir o que sente?




Encaixes.


A vida tem seus encaixes.
Explicáveis?
Não. Nem tudo tem que ser definido em palavras.
A gente não sabe porque algumas coisas "são", mas nem por isso elas deixam de ser.
A vida tem seus encaixes...


domingo, 24 de março de 2013

Mais sorrisos.

Mais sorrisos.
Boas notícias.
E se elas não vierem: fabrique.
Crie pensamentos de bem,
de sucesso,
de felicidade,
e creia neles.
Suas ações vão na direção do que você sente,
do que você deseja.
Mais amor,
mais gente boa no caminho,
mais coragem,
mais fé.
E se faltar olhe para imensidão celeste,
pense nos milhares de milagres diários,
pense no ato simples 
e perfeito que é pela manhã acordar.
E vá.
Siga.
Não pare.
Dê mais sorrisos e eles voltarão.




Corte!


Algumas coisas devem ser cortadas da nossa vida.
Não tem jeito.
Algumas pessoas nos prendem em situações 
que não nos permitem crescer, 
não nos permitem avançar na direção 
que a vida nos propõe.
Algumas pessoas são como âncoras em nossa vida, 
não para nos dar um local seguro 
e sim para nos manter estagnados, 
parados, sem uma real evolução.
Há coisas que devem sair, 
quando as cortamos, 
as outras começam a crescer.
Livremente.

Tenha coragem!



Vai!


Sem muito discurso.
Mete a cara e vai.
Siga o seu coração.
Você pode tudo aquilo que acredita!


quinta-feira, 21 de março de 2013

Eu creio.


E se meu interior diz:
Não faça! Não fale! Não se envolva! 
Não confie nessa pessoa... se afaste...
Seja o que for, 
se o meu interior disser: eu creio.
Aprendi a ter contato comigo, 
aprendi a ter contato com Deus, 
que conhece tudo e todos, 
muito melhor do que eu.
Então: Obedeço!

Meu Deus vive em mim.


Infelicidade.

Gosto de palavras simples:
Gosto e não gosto.
Sim e não.
Bom e ruim.
Gosto de palavras que expressem a sinceridade.
Esse papo escorregadio é desperdício de tempo e vida.
Esse papo de viver ocultando sentimentos 
e fatos é covardia.
Gosto de conversa rebuscada sim,
mas não para esconder nossa posição diante
da vida.
Pouco sei,
pouco digo,
mas há de se pensar que viver de
e forma clara enobrece.
Viver de forma digna com o seu pensar 
e suas crenças.
Sob minha simples ótica,
devo ser fiel a mim,
acreditar nas verdades 
que imperam em meu coração.
E segui-las.
Esse papo de cerca "lourenço",
esse papo de fingir o que não é:
é Infelicidade.
E disso, 
quero estar livre.



Falsidade.


E quando olho para as pessoas que me sorriem
 um sorriso frívolo e mascarado 
em uma cordial amizade que nunca 
se estabeleceu e nem irá.
Quando olho tamanha falsidade em disfarçar 
o sentimento de incômodo real 
que absorve seu coração.

Quando olho tal fato penso:
Pra quê disfarçar ou fingir?
Quem te obrigou a ser falso assim?
Não para comigo, que vejo sua alma saltar pelos olhos e suas intenções serem expostas na linguagem que teu corpo e tuas frases traduzem... mas quem te obrigou a ser falso à ti mesmo?
Forçando algo que não é real.

Sinceridade realmente é coisa para gente GRANDE.


terça-feira, 19 de março de 2013

A pergunta.

Perguntou a si mesmo:
Estou feliz?
Não está.
A pergunta já é a resposta.
Quem é feliz não pensa se é ou não.
Simplesmente é, simplesmente está.
Perguntou:
Minha relação está boa?
Não está.
Se estivesse não haveria dúvida.
A fluência não deixaria brecha para o questionar.
Dizem por aí que na dúvida: não faça!
Concordo eu com tal coisa.
Não faça!
A dúvida é resposta.
A pergunta é a resposta.



Eu não sei...


Eu não sei o que dizer... estou em paz,
 mas ainda assim há uma inquietude em mim
que anuncia as mudanças que estão chegando, assim, 
à minha frente, mesmo que eu não veja...



domingo, 17 de março de 2013

Sim.


Sim. A arte é minha e eu sou dela.
Sim. O amor é meu e eu sou dele.
Sim. Meu Deus vive em mim.
Sim. O sorriso ganhou meu rosto 
e nunca mais saiu,
mesmo quando a lágrima escorre...


Desejos...

Desejo que você encontre gente suave nessa linda semana,
que você encontre o que eu gostaria de encontrar.
Um sopro refrescante na alma.
Desejo que você vista a roupa que mais gosta,
olhe-se e admire-se,
sorria para si.
Desejo que perfume-se e saia ao mundo colorindo-o com 
a felicidade que de teu interior exala.
Desejo que tua luz abrilhante a vida de outros,
e que outras luzes abrilhantem a sua.
Desejo que as palavras negativas que a ti forem enviadas
batam no escudo da tua fé,
e assim fiquem sob teus pés no longo caminho que farás
para alcançares teus belos e tão pessoais sonhos.
Desejo que ouça os melhores sons,
aquelas músicas que fazem você cantar sozinho pela rua.
Desejo que você ame,
ame,
ame,
perdoe,
perdoe,
perdoe,
admire,
creia,
persevere,
admita seus erros,
mude.
Desejo que você viva, que seja atuante,
forte,
e quando fraco,
seja humilde e peça força,
e ela brotará.
Desejo que você deseje,
com tamanha força,
que force a vida,
o universo,
tudo a sua volta a conspirar em teu favor.
Desejo que veja o melhor em tudo,
que teus olhos sejam bons,
e tua boca diga o Sim.
Sempre.
Desejo que você seja o que espera que os 
outros sejam pra você.
Desejos,
à mim,
à ti,
à todos. 


Fotografia.


Estou lá.
Minha cara fala no papel.
Revelante,
Emoção gritante num instante capturada.
Nunca mais a mesma cara.
Nunca mais momento igual.
Tal qual vivi nessas belas telas,
sejam impressas ou a coisa toda digital.
Foto, foto, foto,
click,
um instante imortal.


sábado, 16 de março de 2013

Da vida.

Surpreenda-me com suas cores,
com seus tons matinais.
Surpreenda-me com breus... seus mistérios.
Surpreenda-me com seus medos inocentes.
Apaixona-me pela nossa rotina,
poética rotina,
da vida.


A manhã chega bela.


O tempo às vezes fica estranho.
As coisas vão por um rumo que não controlamos,
mas nenhuma tempestade dura pra sempre.
Os dias tem horas exatas e findam.
As manhãs são um deslumbrante 
espetáculo celeste.
Há renovo, há fé, 
há tantas dádivas,
detalhes constroem os grandiosos 
milagres que vivemos.
Tempestades nos fazem 
procurar refúgio,
cuidado,
nos fazem observar o tempo... 
A força incontrolável da vida.

A manhã chega bela.



Escrito para nós.


Não me peça explicações.
Não sei dizer, nem posso.
Não consigo explicar o que compreendo somente no sentir.
E toda claridade que vejo,
todo Sim,
toda verdade é tão limpa... nítida.
Posso eu partilhar tal fato?
Hás de entregar-se ao abraço que a vida com força nos deu?
Destinos traçados no fundo dos olhos meus,
teus.
Escuridão agoniante de um passado errante que tenta assombrar...
Não pergunte-me os porquês do que sucede?
Nem de tudo que sucedeu.
Simplesmente o que foi foi. 
E assim se foi. 
Aconteceu.
Agora são outros caminhos,
escritos,
para nós.


...não são explicáveis.


Os dias foram escritos, 
tracejados no universo infinito.
As histórias foram traçadas.
E quando olhamos o todo 
com tamanha dimensão, 
entendemos a profundidade dos encontros...
Entendemos que algumas coisas 
não são explicáveis.


Lar.

Cheia de cor e vida.
Com risadas e sons de corrida pelo quintal.
Um beija-flor beijando uma flor.
Um cachorro sorrindo ao ver o dono chegar.
O rabo a abanar.
Uma pequena hortinha,
com salsinha, cebolinha e pimenta vermelha.
O som a tocar belas músicas antigas,
enquanto o forno está a esquentar.
Bolo, biscoitos amanteigados,
suco de fruta,
mesa posta esperando a conversa que virá.
Família,
aconchego,
lar.


sexta-feira, 15 de março de 2013

Sem pretensão.

Não faço com a pretensão de ser ou impressionar.
Meus atos são meus e só.

Sim, há muita coisa envolvida no nosso discurso.
Temos influências da casa que crescemos,
dos risos que demos,
das lágrimas que derramamos, 
das felizes histórias que vivemos.
Temos as marcas das decepções que tivemos,
dos sonhos que esquecemos,
dos projetos que não cumprimos.
Sim, há muita coisa revelada em nossas palavras.
Há cargas emocionais construídas 
nas despedidas vividas,
nas calorosas chegadas...
Não faço com a pretensão de conquistar.
O tempo faz-nos ver que o que somos 
é o suficiente para interessar ou não.
Não tenho obrigação de agradar, 
não pretendo ser o que os outros desejam.

Quem muito dá o que esperam, 
pouco tem do que se é.

Não quero mais do que ser o que sou.
Isso já dá trabalho.
Responder minhas perguntas e clarificar minhas ideias.
Andar na minha verdade e exercer o que creio.

Lulu Santos já dizia em uma canção: 
"Deixa ser, pelo coração, se é loucura então,
melhor não ter razão..."
Está certo.

Quem caminha no seu caminho 
chega ao fim da estrada certa.
Quem olha o vento, o tempo, não semeia.
Quem ouve muitos conselhos 
não ouve o conselho da própria alma.

Sem pretensão...





Fazem diferença...

Obrigada (o)
Desculpe
Foi sem pensar
Eu te amo
Quero você
Vou melhorar
Vou tentar
Você é especial pra mim
Me perdoe...
Eu errei.
Eu gostaria que...
Sabe o que eu penso?
Fiz besteira!
Eu entendo.
Eu não entendo...
Porque?
Eu vou respeitar você.
Eu respeito sua opinião.
Eu respeito sua opinião mas...
Vamos entrar em um acordo.
Eu realmente fiquei chateado (a) com isso...
Eu não te amo mais...
Bom dia!
Boa noite!
Boa tarde!

Palavras tão simples fazem uma grande
diferença e facilitam o entendimento
das relações.

Fale o que sente,
diga o que pensa,
poupe tempo,
evite problemas,
melhore a vida.

Até uma gota d'água faz diferença.



Sobre as relações


Um dia gostaria de entender porque 
na maior parte das relações, 
sejam quais forem, 
falta a verdadeira franqueza.
A inteireza na vida é que faz a diferença.
Tanta perda de tempo, 
tanta falta de coragem, 
de disposição.
Se as pessoas agissem como realmente 
pensam facilitariam a vida de todos.
Essa coisa de ter que decodificar 
as intenções 
é simplesmente danosa.
O simples é muito mais fácil 
e eficiente na vida.


domingo, 10 de março de 2013

Vivo pela fé!

Vivo pela fé 
e sobre ela pauto meu caminho.
Livre.
Pronta a voar em outra direção, 
conforme a inclinação 
e certeza que o coração me propõe.
Vivo pela fé 
e não ando segundo os conselhos 
de quem nunca a conheceu, 
de quem nunca saiu de si para ver além.
Vivo pela fé porque creio em milagres, 
em presentes celestes, 
em histórias escritas por mãos divinas, 
creio em felicidade interna, 
em motivação inexplicável, 
em amor eterno, 
em coisas mais sublimes 
do que se possa explicar.




Se eu pudesse...


Se eu pudesse te contar.
Te consolar.
Te dizer as palavras de fé 
que são capazes de transformar os dias,
os pensamentos,
as ações.
Se eu pudesse compartilhar tal sensação de confiança,
de certeza no Bem,
de firmeza e coragem,
que transforma o "dizer".
Se eu pudesse mostrar o caminho que percorri, 
e se fosse por ti consideradas as pedras, 
as flores, as vitórias e as guerras.
Se pudesses um pouco aprender assim, 
talvez fosse mais fácil à ti.
Mas para quem não abre os ouvidos para ouvir,
nada é.
Se eu pudesse...


Nossa Pessoa


Nossa pessoa é aquela que nosso coração sabe sem saber porque.

Aquela que simplesmente sentimos fazer parte de nós, 
como se sozinhos não fossemos nós mesmos...
Nossa pessoa nos equilibra
o que nos provoca, com tudo que nos acolhe, 
estimula e acalma.
Nossa pessoa é parte nossa, sem explicação... 
mesmo junto faz sempre falta.
Nossa pessoa é aquela que nas coisas mais simples,
 faz nossa vida parecer mágica, 
nosso cotidiano enriquecido, 
nossos dias preenchidos...




Mundos

Os mundos são diferentes.



Cada um tem o seu.




O segredo é: Você respeita o meu e eu respeito o seu.




Assim, compreendemos nossos limites 

e podemos fazer um mundo nosso, 

melhor juntos, 

zelando por aquilo que cada um é.


Será um mundo de grande diversidade, 

basta se ter vontade, 

para viver o que se é. 

E adaptar-se ao que o outro é.





Sim: tem que ter maleabilidade.


quinta-feira, 7 de março de 2013

...

Quando entendemos nosso lugar, 
nunca mais agimos da mesma maneira.


...sim.


Sim, eu tenho muitos sentimentos.
Sim, há sensibilidade em mim.
Sim, eu tenho necessidades.
Como todos têm. Sou gente. E gente é complexa.
Sim, as pessoas não são só o que desejamos delas...


quarta-feira, 6 de março de 2013

Eu em você


Eu me ouvi na tua voz.
Na risada que ouvi.
Eu vi no teu olhar.
No que refleti de ti.
Eu me senti no teu coração.
No tum tum que ele fez ao me abraçar...

domingo, 3 de março de 2013

Gratidão


Hoje eu pensei na gratidão que tenho pela vida. 
Cada momento dela...
No milagre que é nascer.
No milagre que é amanhecer, 
cada dia, 
cada suspiro, 
cada pensamento, 
cada pessoa que ganhei,
 cada conversa que tenho... 
toda a possibilidade que nunca finda.

Hoje sei o quanto somos especiais, 
únicos e importantes.
Sei que podemos sempre ser melhores do que somos, 
amar mais, 
expressar mais e sair da teoria, 
sair do texto e compartilhar na vida, 
de verdade. 
As pessoas perdem tempo por quererem parecer legais,
ao invés de serem legais.
Perdem tempo em desejarem mostrar que são boas
e amantes de Deus,
ao invés de praticarem as boas palavras que divulgam.
Perdem tempo em falarem do que desejam,
ao invés de de acordarem e irem em frente,
na direção do que esperam um dia ter.
Perdem tempo dizendo que querem amar,
mas não demonstram amor o que têm.

Parar de contar a história e viver a história.
Olho no olho. Na vida que é real.

Dizer que ama quem realmente ama.
Abraçar, segurar a mão, elogiar e 
reconhecer quem merece ser reconhecido, 
viver o que deve ser vivido. 

O hoje. 
O hoje é a única coisa 
que realmente existe.

Hoje anoiteci com a alma entregue ao Obrigada.
As palavras ecoam como orações 
em meu interior pela vida, 
a real vida, 
aquela que virtualmente estão perdendo...
E que está acontecendo. 
Agora.



Domingo...


Domingo...

Sofá, cama, cozinha, pipoca, rosquinha caseira, sucos, filmes, soneca na melhor parte do filme, receitas mirabolantes com tudo que estiver sobrando na geladeira (rs), roupa na máquina de lavar, música boa, joguinhos, hidratação no cabelo, sentar no muro e olhar a rua, dar tchau para os vizinhos que não vejo durante a semana, conversar com minha mãe, separar tudo que vou usar na segunda, fazer a unha, sofá de novo, portão, receber um abraço de um amigo quando vou comprar um cachorro-quente dizendo: que saudade... você não muda não?, dar uma olhadinha nas respostas dos emails, no face, pensar em coisas boas, em tudo que creio para que a semana que chega seja abençoada por fé e positividade, esquecer o que me entristeceu e lançar o sorriso ao mundo, sabendo que o mundo me responde com outro sorriso.


Domingo que parece não se fazer nada... faz-se tudo.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...