Postagem em destaque

Peteleco.

Ando tão sensível que um peteleco faz um furo. Deus me livre dos petelecos. Deus me livre dos furos.

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Olhos

Ele se vestiu de mentira e fingiu ser o que não era.
Mas quem tinha olhos podia ver o que era.

Ele se vestiu de bom e foi.
Pra ganhar atenção e anseios.
Pra encher de ilusão e venenos.
Pra fazer adormecer quem podia enganar.

Quem tinha olhos e luzes e suportes viu o que não se via.
Viu tudo que se escondia.
Viu tudo que queria.
Não mentiu não ver.
Só arregalou mais e de butuca ficou.
Atento aos botes,
Que já não podiam matar,
Que já não podiam encantar,
Que já não faziam enganar.
Já não podiam esganar sua liberdade.

Quem tem olhos,
e olha,
não é jogado nos buracos sem fim.

Não entra nas tormentas das tempestades que se aproximam.

Vê e foge.

Excreção

Engole a seco.
Deixa o nó na garganta descer.
Não engasga.
Respira e deixa ser processado no teu estômago.
Deixa essa coisa pesada ser diluída.
Não camufla, digere.
Faz parte.
Depois excreta tudo que não presta.

Inclusão.

Viver a vida inclui lidar com o que não queremos.
Há fugas, não por medos, mas pelo desejo de não passar por desagrados.

Sim, não adianta muito ir...
Pois o desagrado volta, 
até que seja possível lidar com ele e extinguir a emoção que nos prejudica.

Viver inclui bônus e ônus.
Inclui muitos lados.
Inclui muitas estações.
Inclui muitos silêncios.
Inclui muitas palavras.

Viver inclui domínio de si.
Inclui compreensão do outro.
Inclui ações necessárias mesmo quando não desejamos agir.

Incluir até o que não queremos incluir.

O que importa


terça-feira, 3 de julho de 2018

Sobre a escrita

Me sobra tudo.
As palavras não cabem no meu peito.
Talvez eu seja daquelas pessoas que não cabem em moda nenhuma, em imagens, em palavras paradas.
Eu descobri que sou daquelas que não se pode conter.
Há muita Alma, grande, forte, em expansão em mim.
Há tanto que não cabe.
Eu, que achei que fosse menina.
Me vi gigante.
Me vi gigantesca.
Me vi tão grande.



Dose diária de amor

Tome sua dose diária.
Seja amavel.
Tenha o prazer de alimentar sua vida com amor.
Amar nunca foi fácil.
Amar inclui palavras como perdao,
Como aceitação, como compreensão.
Amar é difícil em atos.
De boca é fácil.
Teatro.
Em atos é que se vê o amor com os olhos abertos, com os sentidos, com as ações. 
Tome sua dose diária e exerça.
Esse é mais um dia para aprender a ser.