domingo, 29 de novembro de 2015

Siga!

Sim,
há um sorriso aconchegante.
Mãos aveludadas,
toques inebriantes.

Sim,
há momentos novos,
outros caminhos,
outras coisas...

Siga em frente.


É já.

Chegou a hora de amar um pouco mais.
A hora de usar aquela calça rasgada,
Deixar o cabelo em pé do jeito que sempre quis usar.
Andar com aquele óculos de sol exagerado.
Rir até cansar.

Chegou a hora de deixar sua beleza exalar como perfume.
De deixar sua personalidade usar todas as cores,
todas as músicas,
todas as palavras,
tudo que com ela combina e quer falar.

Chegou a hora de se mostrar.
Revelar-se como é,
e viver.
Viver.
Ser.

Chegou a hora.
É já.


Tudo volta

Ainda haverão aqueles abraços que estão perdidos nas letras das músicas.
Ainda haverão aqueles olhares que foram perdidos nas lágrimas derramadas.

Ainda voltarão aquelas mãos sem saber o que fazer,
aqueles momentos adocicados que o azedume estragou.

Eles voltam.

A volta de tudo é uma volta grande.
Porque tudo está mais claro.
Tudo está mais calmo.
Tudo está mais conhecido.
Tudo espera a volta de tudo...


e tudo volta.


domingo, 22 de novembro de 2015

A resposta

O amor sempre foi e sempre será a resposta.
Ele é tão imenso, tão imenso.

Nele estão inclusos todo perdão, toda paciência, todo perdão e toda de toda paciência, toda bondade e toda e toda misericórdia, nele estão todas as coisas, tudo que há e tudo que pode ser, tudo está no Amor.

Por tais coisas Deus é amor.
É a presença sublime da lágrima feliz que corre nos olhos de quem ama.
Esse amor não precisa ser parental,
não precisa ser sexual,
não precisa ser explicado.
Porquanto amor é amor e ponto.
Toma o peito mas muito maior amor é aquele consciente,
aquele que domina as escolhas,
aquele que pensa e abdica por amor,
aquele que gera respeito,
aquele que gera silêncio,
aquele que gera frutos que não precisam de aplausos,
porque o amor verdadeiro não precisa de glórias,
não precisa mostrar sua entrega aos outros,
não precisa mostrar sua dedicação, sua ajuda,
não precisa anunciar a ninguém,
porque ele entende que o que a mão direita faz a esquerda não precisa saber.

O amor é a resposta.
A inspiração de tudo.



A resposta

O amor sempre foi e sempre será a resposta.
Ele é tão imenso, tão imenso.
Nele estão inclusos todo perdão, toda paciência, todo perdão e toda de toda paciência, toda bondade e toda e toda misericórdia, nele estão todas as coisas, tudo que há e tudo que pode ser, tudo está no Amor.
Por tais coisas Deus é amor.

É a presença sublime da lágrima feliz que corre nos olhos de quem ama.
Esse amor não precisa ser parental,
não precisa ser sexual,
não precisa ser explicado.
Porquanto amor é amor e ponto.
Toma o peito mas muito maior amor é aquele consciente,
aquele que domina as escolhas,
aquele que pensa e abdica por amor,
aquele que gera respeito,
aquele que gera silêncio,
aquele que gera frutos que não precisam de aplausos,
porque o amor verdadeiro não precisa de glórias,
não precisa mostrar sua entrega aos outros,
não precisa mostrar sua dedicação, sua ajuda,
não precisa anunciar a ninguém,
porque o ele entende que o que a mão direita faz a esquerda não precisa saber.

O amor é a resposta.
A inspiração de tudo.



A resposta

O amor sempre foi e sempre será a resposta.
Ele é tão imenso, tão imenso.
Nele estão inclusos todo perdão, toda paciência, todo perdão e toda de toda paciência, toda bondade e toda e toda misericórdia, nele estão todas as coisas, tudo que há e tudo que pode ser, tudo está no Amor.
Por tais coisas Deus é amor.

É a presença sublime da lágrima feliz que corre nos olhos de quem ama.
Esse amor não precisa ser parental,
não precisa ser sexual,
não precisa ser explicado.
Porquanto amor é amor e ponto.
Toma o peito mas muito maior amor é aquele consciente,
aquele que domina as escolhas,
aquele que pensa e abdica por amor,
aquele que gera respeito,
aquele que gera silêncio,
aquele que gera frutos que não precisam de aplausos,
porque o amor verdadeiro não precisa de glórias,
não precisa mostrar sua entrega aos outros,
não precisa mostrar sua dedicação, sua ajuda,
não precisa anunciar a ninguém,
porque o ele entende que o que a mão direita faz a esquerda não precisa saber.

O amor é a resposta.
A inspiração de tudo.



sábado, 21 de novembro de 2015

O outro

E se eu te for gentil e você me machucar, não importa.
Não fui gentil pra você.
Fui gentil porque creio na gentileza.
Creio na educação.
Creio no cuidado.

E se eu te tratar bem e você me tratar mal, não importa.
Não fiz pra você me devolver.
Não vou devolver o mal à você,
porque eu não sou a reação da sua ação.
Sou o que creio e ponto.

Ditado tolo é aquele que diz que a minha educação depende da sua.
Não.
Nosso agir não depende do outro.
Podemos escolher como agir.
Se nos transformarmos nos mostros que detestamos,
de que vale detestar os monstros?
Se reagimos da forma que repudiamos,
de que vale repudiarmos?
Seremos tolos.
Bobos.
Tolos.

O que eu sou, eu sou.

Não muda por conta do outro.

Que seja semente ao outro.



vida

Às vezes a vida tem um som mudo.
Uma voz pronunciada em imagens.


Aprendizados

Sim.
O aprendizado é constante,
tudo muda em um instante mas o equilibrio deve ser a constante que nos abastece.

Aprender é um ato nobre.
Somente aprende aquele que não se sente grande o suficiente que não possa mais crescer.
Só não aprende quem insisti em insistir em ser o que é,
não permitindo ao próprio eu,
às próprias situações,
aos próprios rumos,
apurarem a mudança natural do tempo.

O tolo não muda.
O tolo é tolo o bastante para achar à todos tolos.

Aprender significa mudar.
Não de palavra, mas em ações.
Não em histórias, mas em vivências.
Não por vaidade, mas por verdade.

Aprendizados.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...