domingo, 22 de novembro de 2015

A resposta

O amor sempre foi e sempre será a resposta.
Ele é tão imenso, tão imenso.
Nele estão inclusos todo perdão, toda paciência, todo perdão e toda de toda paciência, toda bondade e toda e toda misericórdia, nele estão todas as coisas, tudo que há e tudo que pode ser, tudo está no Amor.
Por tais coisas Deus é amor.

É a presença sublime da lágrima feliz que corre nos olhos de quem ama.
Esse amor não precisa ser parental,
não precisa ser sexual,
não precisa ser explicado.
Porquanto amor é amor e ponto.
Toma o peito mas muito maior amor é aquele consciente,
aquele que domina as escolhas,
aquele que pensa e abdica por amor,
aquele que gera respeito,
aquele que gera silêncio,
aquele que gera frutos que não precisam de aplausos,
porque o amor verdadeiro não precisa de glórias,
não precisa mostrar sua entrega aos outros,
não precisa mostrar sua dedicação, sua ajuda,
não precisa anunciar a ninguém,
porque o ele entende que o que a mão direita faz a esquerda não precisa saber.

O amor é a resposta.
A inspiração de tudo.



Postar um comentário