terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Ele versava...

Ele era um menino que versava.
Em meio aos seus tortuosos caminhos,
às suas pedregosas estradas.
Ele versava.
Em sua pele a história.
Em seu olhar a memória.
Em sua trêmula voz jorrava como foz 
seu desejo de vitória.
Ele versava,
essa era a sua glória...


Postar um comentário