Sem mais

Minhas letras hoje são ar,
Vitais.

Meu poema hoje é viver,
sem mais,
sem mais.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas