O seu

Não faça um minuto de silêncio.
Tente fazer uma hora.
E assim gradativamente cale-se.
Pouco a pouco.

Perceba o mar de besteiras que desperdiçamos com nossa boca.
O quanto exageramos.

Uma imensidão envolve o silêncio.
Ele nunca está só.
Nunca está vazio.
Ele tem preenchimento.
Conheça o seu.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas