segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Sobre a morte

Quando a vida me invade,
com aquela força estranha que não posso em palavras explicar,
a morte também se faz presente no pensar.

Parece um tanto mórbido, mas não.
A morte é real e saber disso é tão forte que facilita o viver.
Descomplica.

Quem vive como se nunca fosse morrer não aproveita os seus dias como deve.

Uma vez o profeta disse sobre tolice,
sobre vaidade,
sobre desperdício,
é tudo verdade.
foi Salomão.
Lembro de seu livro que já degustei muitas vezes.

Tudo passa.
Passa mesmo.
Voa.
Finda.
E quem tem proximidade com essa realidade entende o quanto devemos nos aprofundar na vida.
Na valorização dos dias,
no cuidado,
no amor,
no trato.




Postar um comentário