terça-feira, 19 de agosto de 2014

Amor, amados...

Minha poesia é amor
amados
amadas

Minha poesia é alma plena
e sedenta

É cor e música
É sorriso largo
É abraço apertado
É declaração pública de afeto
É coisa
É treco
Minha poesia é letra
e sussurro

Minha poesia é o som de um violão
É o sol no Grumari
É a larga boca da escrita a falar

Minha poesia está
É
Será

Amor,
amados,
amadas...



Postar um comentário