Talvez

Talvez eu não queira escrever.
Talvez eu queira calar.
Talvez queira calar as palavras que teimam em dizer a mim mesma sem parar.
Talvez eu não queira pará-las,
elas são o que sou e o que sou nelas está.
Talvez eu não queira pensar,
mas o pensamento pensa sem querer que ele exista,
lá está.
Talvez eu só queira olhar.
Parar e olhar o que passa,
bem a minha frente sem me manifestar.
Talvez eu não saiba querer.
Talvez eu queira sem parar...
Postar um comentário

Postagens mais visitadas