quarta-feira, 22 de julho de 2015

Vá.

Não tenha medo do que você pediu aos céus.
A felicidade amedronta porque é imensa,
interna e preenchedora...
Mas deixa ser.
Deixa estar.
Sê feliz.
Vá.

Que essa coisa grande que toma o peito te tome e faça teu riso tão largo que ao olhar-se no espelho já não saibas se teu nome é o teu ou é felicidade.


Postar um comentário