domingo, 19 de maio de 2013

Eu oro.

Eu oro por ti.
Minha boca fala na madrugada alçando 
a voz ao céu que creio estar perto de mim.
Aberto.
Com livre acesso.
Eu oro pelo bem,
e as palavras saem sem pensar,
são livres quando o coração começa 
a despejar o que oculto está.
Eu falo com quem ninguém vê,
ouço uma voz,
uma paz,
um lugar me aconchega,
um milagre faz-me melhor... leve.
E um sorriso no canto da boca aparece.
Eu creio em coisas invisíveis, impalpáveis...
Creio em cada simples dia que já se faz um milagre.
Eu oro por ti.



Postar um comentário