Dançar...

Quero dançar no ritmo da vida.
Quero dançar o carioquês das ruas.
Sons, estampidos, gritaria, 
buzinas, sorrisos, ambulantes...
E vento...
Ah o vento do Rio!
O sol!
As moças e os rapazes tão coloridos.
Tão espertos... tão queridos!
Ah... 
Quero dançar esse misto musical 
que faz o momento tão especial.
Quero balançar meu corpo ao som 
que só eu ouço.
E o leve tecido me veste,
de acordo com o que a pele pede... 
De acordo com o acordo que tenho comigo 
e com a música que danço... 
Com meu tempo, meu ritmo,
às vezes sem ele, 
mas danço...
Ah como danço... e danço até só!
Melhor só do que a vida em nó!
Ah...
Deixa ventar, deixa musicar a caminhada,
a passada que se dá!
Só quero dançar!




Postar um comentário

Postagens mais visitadas