Ela não está tão a fim de você >>> atitudes revelam o ser

Tudo bem. Certo é que somos assim: tão indefinidos.

O interior se faz desconhecido aos olhos, porém a grande revelação que ele faz é vista através das revelações demonstradas pelas suas atitudes.

O comportamento atitudinal nos esclarece tudo.

Muitas vezes não estamos dispostos a perder a visão romântica da vida, estamos na maioria das vezes desculpando as pessoas por suas fraquezas de caráter e erros. Mal do homem. Normal.

Mas tenho que dizer que as pessoas são o que são. São como são, são o que demonstram, e não o que falam.

Uma coisa é a poesia lida, outra coisa é a poesia interpretada. Causa mais impacto, faz uma grande diferença.

Eu vi um filme (tem um bom tempinho) chamado ELA NÃO ESTÁ TÃO A FIM DE VOCÊ, o filme fala um pouco disso. Relata a visão complexa da mulher e a simplicidade masculina, tipo: se ele não ligar é porque não quer, se ela não ligar está fazendo charme. Revela a complexidade das realções, escolhas e aceitações. Concordo com vários pontos de vista exibidos no filme e posso dizer que no convívio social acontece o mesmo. Muitas vezes vemos o que queremos ver e pronto.


Lembro-me de Judas e Jesus. Jesus convivia com Judas e sabia que iria traí-lo, porque enxergava muito além do comportamento exibido nas reuniões públicas e pessoais, Ele sentia o que realmente havia dentro dele, via com "outros" olhos, aqueles que podem verdadeiramente qualificar alguém.

Isso é impressionanete. Quando relacionamos a caixa (ou o jarro) que Pandora despejou sobre o mundo lembramos das surpresas que podem estar escondidas bem à nossa frente, dentro que caixas belas, jarros decorados e ornamentados com pedras preciosas, mas que expelem substâncias que podem causar doenças e trazer desgraça.


Somos na maioria das vezes passionais embora devessemos ser diretivos e sensíveis às demonstrações atitudinais, inclusive as nossas. Penso que muitas palavras que já disse eram apenas esboços do que realmente gostaria de revelar, que muitas vezes fui moderada com o que não devia e complacente com o que não havia merecimento. Essas experiências vão definindo com o tempo o que somos e nos aperfeiçoando para sermos o que fomos projetados para ser.

Acredito em projeção. Creio que todas as coisas cooperam jutnamente para o bem.

Quando nos iludimos com o outro perdemos a chance de valorizar àqueles que estão à nossa volta e muitas vezes não enxergamos. Deixamos de dar a honra a quem tem honra.

Existem pessoas que gostamos, qualificamos, perdoamos e queremos ter por perto, mas que na verdade são como aquele chocolate Kinder ovo: gostosos por fora, mas dentro vem um monstrinho!!!!


Postar um comentário

Postagens mais visitadas