Vida

Minha arte é a vida.
Clara, límpida!
Minha arte é a palavra,
sincera, falada.
Essa arte é nobre,
é dádiva,
não é sorte.
Porque a arte de mentir,
de trapacear,
de esconder,
de jogar,
isso não é arte,
conta com a sorte,
e a sorte vira no caminho,
nunca mais é visto como nobre,
o artista que acha que viver é enganar.
Dá azar...



Postar um comentário

Postagens mais visitadas