sexta-feira, 8 de maio de 2015

Mude de série

Assim como um estudante quando tira notas boas na prova avança nas séries assim somos nós em nossa vida.

Se passamos nas provas mudamos de série, elevamos nosso conhecimento e não mais teremos que estudar as mesmas coisas. E se porventura forem repetidas as questões já não sofremos a ansiedade de resolver o problemas, pois saberemos a base das respostas.

Eu aprendi que não devo dar voltas na mesma montanha. Isso é simples.

Algumas pessoas têm muito medo do que devem ou não fazer, dizer, como devem se colocar, o que esperar e tudo mais. Esse medo deve ser banido.

Uma grande lição para mudar de série é ouvir a voz interior. É incrível o que nosso ser interior sabe que nossa mente não conhece. Ele vive na profundeza de nossos reais motivos e buscas, aquelas que vez ou outra achamos que são coisas e na verdade não. São essenciais e indispensáveis.

Eu aprendi que para que possa voar mais alto devo fechar os olhos e abrir o coração. Ir. Nâo emocionalmente seguindo a direção das paixões. Aquelas coisas inconstantes e um tanto quanto indomáveis. Não. Não são essas coisas. Paixões e emoções são relacionadas aos nossos desejos, nossa pele, nossa carne e não ao que essencialmente somos, são relacionadas ao que sentimos. O que sentimos não necessariamente está relacionado ao nosso ser interior e sim aos nossos sentidos naturais. Nossa mente, nosso tato, olfato, paladar... nossa visão.

Há uma diferença indescritível entre tais coisas.

Alguém domniado pela emoção se faz capaz de matar.
Alguém dominado por seu interior verdadeiro é capaz de pensar em meio a qualquer situação pois refere-se a vida com consciência realística e não fantasiosa.

Quando olhamos a vida com uma compreensão sensível e cheia de realidade podemos desfrutar mais grandemente dos nossos dias e principalmente a cada exercíco, prova, teste, surpresa... entender que é simplesmente um fator para que o seu conhecimento seja alargado e sua visão à respeito da vida e sua passagem pela terra seja plena.

Não estacione, não pare, não dê voltas na mesma montanha.
Passe, mude de série, de ano, de tempo, de esclarecimento.
Não permita com que suas emoções destruam sua vida.
Seja dominado por aquilo que deseja viver, por aquilo que admira, por aquilo que gostaria de receber.
Aprenda a exercitar o que você crê, aí sim você avança.




Postar um comentário