domingo, 24 de maio de 2015

Preciso

É que eu preciso do silêncio e da ausência.
Preciso das pausas e das portas fechadas.
Preciso do som do nada.



Postar um comentário