Putz! Desabafei! Ai que bom...

Putz! Tenho que falar.

Esse negócio de site de relacionamento às vezes enche. Tem um monte de gente escondida atrás disso.

Putz! Quando será que algumas pessoas terão a coragem de DIZER DE VERDADE? De SER DE VERDADE?

Até quando se pode conviver com essa camuflagem tola?

Recebi uma mensagem outro dia com intenção ofensiva ou pode-se dizer "sutilmente" ofensiva...

Sabe quando você alfineta alguém e finge de morto? Assim foi.

Putz de novo!

Eita gente infantilóide.

TIRA A MÁSCARA Ô DO CAMUFLE!!! ASSUMA-SE!

COM O TEMPO APRENDE-SE O VALOR DE TER VALOR.


Quando não temos afinidade com alguém não devemos tê-los em nossa "rede real", e não fazem parte da minha. Não fazem parte da minha vida e do meu círculo de amigos. Sabem disso. Apesar de estarem em um endereço eletrônico compartilhado. Quem é bem chegado sabe que é. Quem não é também.

Eu não me interesso por desvelar a vida de ninguém, enfim, esses sites são para divulgação do meu trabalho e da minha produtora. São para conectividade, para crescimento de laços profissionais e reencontros reais de pessoas que já não têm oportunidade de viverem a proximidade dantes vivida. Não são para bisbilhotar a vida das pessoas com ocos intuitos. As pessoas que pertencem à minha vida já estão nela, e com elas tenho contato tátil, sentimental, fraternal e tudo o mais permitido aos relacionamentos reais expandíveis com o tempo.

OS NOSSOS DEIXAM MARCAS ESCRITAS EM NÓS,
QUE NUNCA SÃO APAGADAS OU PERDIDAS,
POIS ESTÃO REGISTRADAS NA ALMA.


Posso contar nos dedos de uma só vez a quantidade de perfis que entrei e li, ou mesmo vi os álbuns fotográficos.

Os que entrei foram de amigos pessoais, familiares, profissionais que comigo trabalham ou trabalharam . Os outros vejo pelas publicações sem maior profundidade.

Aí me aparecem essas "coisas" tolas pelo caminho. Putzzzzzzzzzzz! Ainda bem que já sou grande!

Interpretar na própria vida é tolice. A cena não volta. Não dá pra ensaiar mais vezes. Os momentos não se repetem e muito menos as oportunidades que recebemos para realizarmos nosso melhor. A vida é real, o virtual é uma representação daquilo que é tangível. Interpretar na própria vida é deixar de ter únicas oportunidades de experienciar os presentes concedidos de cada momento, de cada sensação, de cada fragmento do que somos.

NEGLIGENCIAR O QUE SOMOS É NEGAR A DÁDIVA
CELESTE DA VIDA.
PRESENTE DE DEUS.


Tem que ter personalidade para fazer ao vivo e a cores. Para falar ao vivo e a cores. Para SER e só.

Não impressiona-me somente as palavras ditas ou escritas. Impressiona-me o peso das atitudes, pois elas definem quem somos e não o que dizemos que somos.

A ação difere tudo.


Mas o que sai da boca procede do coração... Mt 15:18

Postar um comentário

Postagens mais visitadas