Boca fechada

A boca fechada.
As palavras ausentes.
A fluência interna é incessante.
Há uma calmaria dominante.
Uma energia tranquilizante.
Aquela correria incessante já 
não sujeita mais os dias que 
acontecem passo a passo.
A cada dia sua importância.
A cada dia seus afazeres.
Seus compromissos.
A cada dia suas tarefas...
A mente aberta.
Entendimento é o que cria a festa.
Uma paz interna.
Sem motivo aparente.
A ansiedade ausente.
Basta a cada dia o seu mal disse o profeta.
Um dia de cada vez traz à vista 
a importância das coisas que nos cercam.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas