quarta-feira, 17 de julho de 2013

O que realmente deve.

As pessoas são o que são.
São como são.
Mudam para si.
Para seu crescimento.
Para melhoria de suas vidas.
As coisas são como devem ser.
E quando são para ser, são.
Quando não são, não são.
Não há de ter medo.
Só pare um pouco, 
respire fundo,
observe profundo.
Retire aquela emoção prejudicial,
que cega, 
que limita.
Olhe à sua volta e veja os caminhos propostos.
O porto desejado está à frente.
Mesmo que distante.
As coisas são como devem ser.
Para ser o que realmente deve.



Postar um comentário