Nunca mais.

Nunca mais seremos os mesmos...

Cada dia morremos um pouco,
cada dia nascemos diferentes... 

Nunca mais os mesmos momentos.
As mesmas gentes...


Rostos que nunca mais serão vistos,
vozes que emudecerão para sempre...

A eternidade de cada segundo será raiz de lembrança no coração.
Memória construtiva do eu.
Marcas esculpidoras do ser.

Nunca mais igual.
Cada dia é um mover.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas