terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Às vezes

Às vezes acordo querendo nada falar. 
Observar, ouvir talvez hoje sejam muito especiais pra mim. 
Parei de tentar convencer as pessoas que isso ou aquilo. Parei de prosa atoa. 
Você não pode convencer ninguém a nada, pode respeitar, pode fitar, pode ouvir e conhecer os corações e almas através de suas palavras. Elas expõem tudo. 
Parei de desgaste e passei para a fase do descanso. Tudo encontra seu rumo. 
Tudo se ajeita, não precisa de força, só de sensibilidade para saber quando chegar, quando partir, quando falar, quando ouvir.
Postar um comentário