domingo, 29 de janeiro de 2012

Assim: Eu. Eu gosto!

Eu gosto do pleno.
Meu ser passeia no que dizem impossível.

É bom saber que maior que a montanha é quem a criou!!!!

Não gosto de rotina, nem de vazio.

Eu gosto do belo,
meus olhos encantam-se com o que não se vê somente com eles.

Eu gosto dos sentidos, todos eles...

Gosto do cheiro das coisas,
das flores,


das casas,
das pessoas...
Encantam-me aquelas que são perfumadas,
os cheiros exóticos...

Eu gosto de ver os estilos,
amo os cabelos despenteados,
os negros em suas calças jeans...

Jonathan Haagensen - ator 

As roupas descomportadas,
as pessoas que são completamente diferentes do que dizem ser o tal padrão.
Amo-as então.
Amo sua expressão.

Eu gosto de ouvir as vozes,
as palavras,
as declarações,
as opiniões.

Mesmo aquelas que sei que vão ser mudadas logo...
gosto de ouvir e de falar histórias...

De ouvir Kirk Franklin,
instrumentais e os mais lindos nacionais que puder.
Gosto de ouvir a Palavra pregada e ouvir minha alma, meu coração pulsar no pescoço...
Gosto de ouvir o silêncio.
Ele é simplesmente lindo e nada vazio em si.
Esse é seu encanto...


Mas do que gosto mais é de sentir.


o vento,
o toque,
o abraço amigo,
o som do celular tocando e a voz do outro lado.
Sentir o amor dos meus,
de Deus,
sentir o afeto,
o carinho,
a amizade, a admiração...

Gosto de gente simples. Ah como eu gosto!


Minha imagem favorita.


Clara,
dada a conversas,
a besteiras,
a sinceras falas.
Descaradas falas, na cara.

Ah... sem falar do ensaio.
Gosto dos ensaios,
dos textos,
dos projetos,
dos meios,
dos bastidores,
da bagunça boa dessa gente linda que faz arte e é a arte em si.

Gosto de artistas,




eta gente verdadeira,
sedenta,
sedutora,
lançada mundo afora.
Gente linda essa!
Gente que é minha parte, gente que sou eu.
Gosto dessa face.

Assim: Eu.
Eu gosto.




Postar um comentário