Tudo acontece por um motivo...


Tudo acontece por um motivo.

Se acabou é porque alguém não amou o suficiente para ficar, alguém deixou de cuidar, o outro magoou ou mesmo nunca foi... nem seria o certo para os dois.

Tudo acontece por um motivo.
É impossível que os caminhos sejam formados pelo acaso.
São apenas frutos de escolhas, claras ou ocultas, mas ainda assim escolhas...
Fluência de energia em direção a outro caminho...

"Ainda vai levar um tempo, pra fechar o que feriu por dentro..."
 Lulu Santos

Mudança?
Dói.
Caminhar em direção ao que não se conhece traz um medo de vida...
Traz uma tristeza pelo que não foi... pelo que poderia ter sido.

Eu sei, não se chora o leite derramado.
Prantear?
Acho que não devemos encher o coração e a mente com o SE.
O se é uma dúvida e dúvidas não devem ter residência na alma.
A dúvida é o muro...
Mas ainda assim há uma lágrima por tudo que não foi.
Solitária lágrima.

"Os românticos conhecem a dor da espera, a decepção do fim, a ausência do sentir..."

O que pode-se entender então de tudo que vivemos?
Não sei bem precisar.
Nem dizer que haja absoluta regra.
Por mais que seja dita ou expressa.
A vida não é uma novela.

Planejamos e no percurso o curso é mudado...
O curso segue de acordo com nosso coração, mesmo quando não sabemos precisar que estamos exatamente sentindo o que virá.
O coração é o prólogo.
Antecipa inconscientemente o que há de ser logo ali.


Há motivos para cada pessoa que temos em nós e ao nosso redor.
Para cada trabalho.
Para cada amor.

Há motivos, razões, determinações, escolhas...

Sim, nossos pensamentos, 
nossas ideias,
VIRAM COISAS.
REAIS.

Assim como imagina a sua alma, assim é.
pv 23:7


Postar um comentário

Postagens mais visitadas