segunda-feira, 12 de março de 2012

Porque somos feitos de arte e amor!

Porque somos feitos de arte e amor.
Não somos de marte!
Somos de arte!


Não somos estranhos,
não somos anormais...

Somos fora do padrão?
De que padrão estamos falando?
Há tal perfeição exemplar?

Somos o que somos,
sensibilidade à pele,
coragem ao falar...

Temos o recheio do movimento,
com uma sonoridade esplendular...

Temos a luminosidade explícita na coragem de ir... e expor-se... e deixar-se ler e ouvir...

Porque somos feitos de encanto,
e de palavras preenchemos nosso olhar.

Somos oceano profundo,
com algas,
folhagens,
obscuro...
Percorremo-os com nossa alma e repartimos o que a busca nos fez encontrar.


Porque somos feitos de arte,
o amor então apossou-se de nós.

Ampliou nosso sentir,
fez-nos ser doação e deixou o coração livre pra falar.

Porque somos cidadãos e sob a ótica do pensar devemos repartir o pão que há em nós.
Devemos executar a função,
devemos aplicar o dom,
devemos ser o representar.

Porque somos feitos de arte e amor.

Porque somos feitos de barro e arte!



Somos nobreza no paladar!
Vemos o mundo através de um olhar que não sabemos explicar,
só sentir...
Nossos sentidos nos conduzem assim...
Por uma estrada ímpar a andar!



Postar um comentário