segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Infarto.

Bum!
Sim, bum!

Explode o peito a palavra não dita.
"Canceriza."

Palavras não ditas,
sentimentos escondidos,
mágoas antigas,
coisas que nunca se resolvem,
Coisas que não se dissolvem...
adoecem a vida.

Tiro no abdomen que sangra até matar.

Dor no peito que faz a pressão aumentar.

Voz na mente que não para de gritar.

Choro na alma que não para de pingar.

Morte súbita se de tudo não se livrar.

Infarto.


Postar um comentário