terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Tum tum

O coração tum tum
E foi tum tum rápido
A carne tremeu
As mãos formigaram
A vista escureceu
Boca branca
Medo começou apertar
Coração tum tum
A acelerar
oração veio forte
Não podia agora
Com a sorte contar
O tum tum era tanto
Que encheu-se de pranto
Medo dele parar

Tum tum fique bem
Eu prometo a você
Vou me comportar


Postar um comentário