Telas más!

As telas roubaram as pessoas da nossa vida.
Tomaram suas vozes dos nossos ouvidos.
Tomaram o sorriso que davam para nós e hoje dão para fotos digitais que nunca serão reveladas.

As telas roubaram os abraços e momentos que podíamos ter juntos, por aqueles que hoje serão somente falados, porque as telas encurtaram a distância e mataram os encontros que fariam a saudade menor através dos toques e dos momentos que teríamos juntos.
Hoje esses momentos são trocados pelos momentos à mostra nas telas. 
Belas telas. Morte às telas.

As telas criaram novos mundos.
Deram vida a mundos internos que na realidade não existem, são somente belos assim nas fotos.
Nas telas grandes e pequenas que minimizam o mundo ao bolso.

Assim como em novelas, as pessoas acompanham os capítulos das vidas dos outros, olham como por uma janela, a vida que os outros criam para mostrar à todos a perfeição que na verdade não vivem.

Isso porque todos parecem buscar um mundo perfeito e sempre olham para o mundo dos outros com um universo imaginado que na realidade povoa somente seus pensamentos. 
Olham, observam e constroem as histórias que mais desejam. 
Histórias que não condizem com o que está revelado à sua frente. 
Histórias irreais... 

E ai daqueles que ficam sem as telas usar, podem até receber ligações de preocupação... coisa que hoje em dia, quase não existe mais, as tais, ligações, audíveis, sensíveis, proximais...

Podem até ser belas, mas às vezes acho as telas muito más!






Postar um comentário

Postagens mais visitadas