quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Pelo que se faz, vê-se em que se crê.

É boa a certeza de que a vida é constituída 
de ações resultantes da fé e visões internas.
A percepção de cada um é única e o caminhar também.
Há de se levar em conta tal ato, pois o muito falar, 
ou o muito pensar não resultam na concretização dos desejos...
podem enfim atrair por si, pessoas e coisas na mesma esfera energética emitida, mas não são a base construtora.

Nossa vida é um reflexo das nossas ações. 
Os quereres transformados em atitudes.

E quantos dizem quero trabalhar, quero amar, quero sair, quero mais e mais... mas não põem-se a viver tal expectativa. Não disponibilizam-se para tal feito.
Viver em prol de uma idealização esperada frustra a vida.

"Mostra-me tua fé pelas tuas obras", já dizia à tantos a Bíblia.
E a sabedoria desta Palavra é real.

Pelo que se faz, vê-se em que se crê. 

Prossigo para o alvo.

Postar um comentário