Pulsa no pulso...


O coração não tem tempo.
Não tem forma.
Ele bate descompassado, esperançoso, ansioso.
O coração só tem querer, sentir, amar.
Sofre o medo de se dar e de não se dar.
Vive de ser entregue, sua natureza é assim.

O coração não tem cronologismos reais,
é feito de marcos históricos,
momentos eternizados em palpitações.

Ele ama quem o ama, quem não o ama, 
simplesmente ama o fato de amar.
O coração não é nosso,
é cativo do amor.
Ele pulsa no pulso...


Postar um comentário

Postagens mais visitadas