domingo, 12 de fevereiro de 2012

Pela pele negra...

Pela pele negra...
Historicidade...
Tanto registro de tudo que há...


E essa linda cultura que carrega a cor escura?
E porque para tantos falta a fartura?
Luta dura...
Guerra...

Ai, essa cor não nega.
É forte,
É marcante,
gigante parte no mundo...
Sua genética atravessa os povos.




Tenho amor por ti ó pele escura!
Por tua negra cor,
por tuas negras crias,
por tuas filhas,
por teus barcos e ilhas...


Tenho amor por Mia,
o Couto que escreve tanto,
por Moçambique e por tantos,
tantos...


Lembro-me da travessia,
do texto que fala do que há após a morte,
que sorte...
acreditas tanto na vida e na pós que trilha os caminhos,
mesmo a sós...

Postar um comentário