Postagem em destaque

Peteleco.

Ando tão sensível que um peteleco faz um furo. Deus me livre dos petelecos. Deus me livre dos furos.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Pela pele negra...

Pela pele negra...
Historicidade...
Tanto registro de tudo que há...


E essa linda cultura que carrega a cor escura?
E porque para tantos falta a fartura?
Luta dura...
Guerra...

Ai, essa cor não nega.
É forte,
É marcante,
gigante parte no mundo...
Sua genética atravessa os povos.




Tenho amor por ti ó pele escura!
Por tua negra cor,
por tuas negras crias,
por tuas filhas,
por teus barcos e ilhas...


Tenho amor por Mia,
o Couto que escreve tanto,
por Moçambique e por tantos,
tantos...


Lembro-me da travessia,
do texto que fala do que há após a morte,
que sorte...
acreditas tanto na vida e na pós que trilha os caminhos,
mesmo a sós...

Postar um comentário