Deixa ir...

Deixa ir, deixa ser...

A vida tem um fluxo perfeito.
O desgaste de mudar o fluxo é que causa a dor.

Deixa ser o que é.

Deixa livre.


Deixa vir.

Há um curso natural.
Não é forçado,
não é medido,
não é imposto,
simplesmente é.

Deixa ser, deixa fluir.

A simplicidade, naturalidade e beleza estão no simples fato de ser.
Não essa beleza padronizada, 
esteriotipada,
que os olhos podem ver,
e sim aquela beleza que emana da autencidade vivida.

Deixa acontecer o que aconteceu dentro.


Deixa ser, deixa ir.


A vida pede pra viver...



Postar um comentário

Postagens mais visitadas