segunda-feira, 30 de abril de 2012

Mude as regras!

Mudando as regras do jogo...

Há momentos em que devemos parar,
olhar o em torno,
prestar atenção nas reações,
nas emoções expostas,
nos olhares,
nas direções.


Há momentos em que devemos silenciar,
pois por muito falar perdemos o melhor...


Há coisas que só percebemos quando silenciamos,
pois podemos nos entregar à percepção sem restrições...
Observamos melhor com os olhos e com a alma...


Há momentos em devemos mudar as regras do jogo,
alterar as atitudes,
equilibrar o pensamento em direção ao real.

Despoluir,
esclarecer,
analisar...

Se há coisas que devem ser mudadas,
devemos começar por nós.

Deixamos chegar até aqui.
Até esse marco.
Agora é definir: aonde queremos ir?

Se suas regras não funcionam, não levaram ao resultado esperado: crie outras!
...ou viva sem regras!

Postar um comentário