terça-feira, 8 de maio de 2012

Aprendendo...

Ausento minhas palavras
Entrego o silêncio
Talvez somente a superfície seja entregue
O valoroso resguardo
Protejo


As riquezas reais não podem ser desperdiçadas...

Ouço meu coração
Vejo com minh'alma
Surpreendo-me com as descobertas...
Eu sei, o que descubro antes já sabia,
só não aceitava conscientemente tal mal...

Hora de ver como realmente é
Aceitar que não devemos qualificar as pessoas com qualidades que elas não têm...

Nem tudo que reluz é ouro...
Nem tudo é bem...



Postar um comentário