segunda-feira, 14 de maio de 2012

Liberdade em mim ou saída!

Pessoas confusas trazem a nós sua confusão...
E com a sua incerta certeza envolvem-nos no pensar que a confusão pode estar em nós...
Nos dá nós!
Mudam nossos lençóis...
Invertem os papéis...

Pessoas duvidosas imprimem em nós seus medos,
nos fazem pensar nas distâncias,
no que é difícil ser, e fazer.
Em como pode ser difícil alcançar.

A grande diferença se faz nisso...
Alguns vão e outros somente querem ir...


Por isso uns são cabeça e outros cauda.

Não podem.
Não conseguem.
Têm freios internos.
Não conseguem fecundar...

Pessoas resolvidas esclarecem,
pessoas não resolvidas codificam a vida...

A não observância desses simples fatos e atos,
podem ser fontes conflituosas e causadoras de males,
que não moderados podem tornar-se destrutivos e doentios.
E causar-nos clausura em locais abertos,
em cárceres de engano...

Se algo que dizemos ser bom nos causa coisas ruins o que se pode dizer?
O bom pode ser ruim?
Da mesma fonte pode fluir água doce e salgada?

O que é bom causa o bem e ponto.
Nossa visão está turva nessa água.

A Luz revela tudo.

Liberdade em mim ou saída!

Posso ficar no mesmo lugar 
e ainda assim lançar fora as impurezas 
que transformam as certezas em incertezas...

Ver como o todo é, é ser livre.
Consciência é liberdade.




Postar um comentário