domingo, 9 de dezembro de 2012

Ou sente.

Engole a saudade.
Morre um pouco.
Ou não morre.
Ou sente.
Sei não.
O palpitar é controlável, mas a vida é surpreendente.
A vida acontece.
A história é construída em todo o tempo...
Há coisas inexplicáveis.
Sem controle.
Ponderamos mas não transformamos tudo.
Existem coisas que vão além de nós.
A maioria delas.





Postar um comentário