segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Ouço o meu coração!

Eu ouço o meu coração, 
ele me diz sim ou não.

Às vezes peco contra ele.
Me despeço de sua voz e sigo.

Aí o erro vem, o arrependimento também.
Sim, Ele havia me dito o caminho,
mas teimei.

Sim, eu ouço meu coração,
com audível voz,
parece alguém dentro de alguém,
um ser tão grande que não cabe no peito,
é todo o corpo.

Fala coisas inacreditáveis às vezes,
faz-me ver minhas tolices...

Ele é tão maior,
tão melhor... sábio menino.

Eu ouço o meu coração 
e transpiro sua certeza,
exalo seu sorridente sim.


Postar um comentário