sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Vai bem...

E quando Ele chega,
vem assim de manso.
Vem chegando e põe de canto,
tudo que há de mal.
E quando Ele chega,
Amor, Paixão, não sei.
Faz o peito bater forte,
o corpo inteiro faz bater.
Um riso é correspondido com outro,
e um grande pensar,
suspiro,
leve abrigo é o que há, 
nos sonhos que faz brotar.
E quando Ele chega tudo vai.
Vai bem...




Postar um comentário