domingo, 16 de dezembro de 2012

Um novo lugar...

Deixa ir devagar!
Deixa ser.
Permitir.
Viver o fluxo imposto,
proposto,
entregue ao coração.
Deixa ir devagar!
Tenha medo não.
É bom.
É novo.
O não conhecido parece um risco,
mas abriga a esperança,
um novo início.
Um novo lugar...


Postar um comentário